Pular para o conteúdo

Amanda Costa

Haddad garante que municípios não perderão receita com novo imposto

Ex.Saúde, Presidente, Governo

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, voltou a defender nesta segunda-feira (13) uma reforma tributária justa para alavancar o crescimento do país. 
Diante de uma plateia de gestores municipais, que participam de reunião geral da Frente Nacional de Prefeitos, em Brasília, Haddad defendeu que a reforma inclua a cobrança do Imposto sobre Valor Agregado (IVA) no destino. 
Esse imposto previsto em textos sobre a reforma tributária, que tramitam na Câmara e no Senado, substituiria o ISS e outros tributos. A ideia é criar mais simplicidade e transparência ao sistema tributário.
O IVA  seria repartido entre União, Estados e Municípios e, de acordo com Haddad, não diminuiria a arrecadação local.
Além disso, o ministro da Fazenda destacou que, atualmente, a carga tributária brasileira corresponde a 33% do Produto Interno Bruto, a soma de bens e serviços produzidos no país. E que o ISS é de apenas 1%. Por isso, o governo federal pede diálogo sobre o tema.
Por outro lado, prefeitos como Mário Hildebrandt, de Blumenau (SC), temem perda de arrecadação caso o ISS seja extinto.  
A Frente Nacional dos Prefeitos apoia a proposta que simplifica a tributação dos impostos da União, estados e municípios, respeitando o pacto federativo e em busca de uma solução para as diferentes legislações de ICMS e ISS, por exemplo. 

Edição: Jacson Segundo / Alessandra Esteves

O leite materno é o melhor alimento para os bebês recém-nascidos. Mas nem todas as mães conseguem amamentar. Aí entram os Bancos de Leite, que distribuem para os bebês que precisam o leite doado por mulheres que têm produção excedente. 

Apesar do aumento do efetivo policial do estado e a chegada de parte da Força Nacional enviada pelo Governo Federal, o Estado do Rio Grande do Norte registra o terceiro dia de ataques a prédios públicos e privados. 

Apesar de um terço das dívidas serem de até R$ 500, na média, cada consumidor negativado deve quase R$ 3,9 mil, aponta SPC.

O novo protocolo determina que deverão ser levadas em conta as especificidades das pessoas envolvidas nos processos, justamente para evitar preconceitos e discriminação por gênero.

Jairinho está preso, acusado pela morte do enteado, o menino Henry Borel, de 4 anos, em 2021. Ele era vereador e teve o mandato cassado, também por unanimidade, na Câmara Municipal do Rio.

Outros dois grandes nomes da natação brasileira já receberam a honraria: Maria Lenk e Gustavo Borges. Aos 36 anos, Cielo ainda não se aposentou oficialmente das piscinas.  A cerimônia está marcada para setembro deste ano.
Conheça nossos aplicativos nas lojas online da iTunes e Google

source

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
SOBRE MIM
Amanda Costa
Natural do Ceará com 40+ apaixonada pelo Rio de Janeiro e carioca de coração. Defensora de causas sociais e políticas de grande relevância para o nosso Brasil.
#vamosquerer um futuro melhor.
siga amanda costa nas redes sociais
LUTA PELA DEMOCRACIA EM SP