Pular para o conteúdo

Amanda Costa

Iphan pretende retomar a recuperação do Cais do Valongo (RJ)

Ex.Saúde, Presidente, Governo

Uma situação que já dura anos pode estar próxima de ser resolvida. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Iphan, anunciou que pretende retomar a recuperação do Cais do Valongo, situado no Rio de Janeiro.

Cais do Valongo foi o principal ponto de desembarque e comércio de pessoas negras escravizadas nas Américas e desde 2017 é patrimônio da humanidade pela Unesco. Mas está em situação de abandono e vem sendo constantemente ameaçado por enchentes, como a que atingiu a cidade do Rio na última semana. Outros problemas são a iluminação e a disponibilidade de informações para os turistas.

O Iphan apresentou um conjunto de propostas para a preservação e valorização do Sítio Arqueológico, entre elas a retomada do Comitê Gestor Participativo do Sítio, extinto em 2019. O grupo era composto por representantes de organizações afro-brasileiras e órgãos e instituições envolvidos na conservação do sítio e tinha a responsabilidade de dirigir e planejar a gestão e valorização do Cais do Valongo.

​Outra medida proposta pelo Iphan é a implantação do Centro de Referência da Celebração da Herança Africana, um centro de acolhimento turístico e espaço de reflexão sobre a importância do legado do povo afrodescendente na cultura das Américas. 

O Iphan planeja, ainda, desenvolver o Projeto Educativo Sítio Arqueológico Cais do Valongo, dirigido a crianças e adolescentes de escolas públicas e privadas, com o objetivo de difundir o valor do local.

O antropólogo Milton Guran, um dos responsáveis pelo dossiê entregue à Unesco na época da candidatura a patrimônio, destaca a importância desta medida.

Ele também reforça a importância que o local tem para o turismo brasileiro.

O Cais do Valongo funcionou até 1831, ano em que foi proibido o tráfico de africanos escravizados. Calcula-se que entre 500 mil e 1 milhão de negros desembarcaram no local. Os vestígios do antigo Cais foram revelados em 2011, durante as escavações arqueológicas para a implementação do projeto Porto Maravilha.

 

Edição: Roberto Piza / Guilherme Strozi

Em entrevista exclusiva à CNN, Lula também falou sobre o aumento da faixa de isenção do imposto de renda. A faixa de isenção vai passar para dois salários mínimos, o equivalente à R$ 2.640, já levando em consideração o novo valor.

Imperatriz vai fantasiar sobre a vida após a morte do rei do cangaço Lampião, enquanto a Beija-Flor propõe uma reflexão sobre o Brasil que vivemos. Quem encerra o carnaval é a Viradouro, que homenageia Rosa Maria Egipcíaca.

Segundo levantamento do Ministério do Turismo, serão 46 milhões de pessoas nos destinos carnavalescos mais tradicionais do país

A iniciativa faz parte da campanha “Carnaval + Seguro para mulheres”, lançada no último sábado (11), que tem como musa Luíza Brunet. 

Será uma Reforma Tributária consensual. Equilibrando ganhos e perdas. Assim, o coordenador do grupo de trabalho na Câmara, deputado Reginaldo Lopes, do PT, definiu a proposta.

O índice do Banco Central divulgado nesta quinta-feira (16) serve de parâmetro para instituição tomar decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 13,75%, a maior taxa no país em seis anos 
Conheça nossos aplicativos nas lojas online da iTunes e Google

source

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
SOBRE MIM
Amanda Costa
Natural do Ceará com 40+ apaixonada pelo Rio de Janeiro e carioca de coração. Defensora de causas sociais e políticas de grande relevância para o nosso Brasil.
#vamosquerer um futuro melhor.
siga amanda costa nas redes sociais
LUTA PELA DEMOCRACIA EM SP