Pular para o conteúdo

Amanda Costa

Novo medicamento contra Diabetes tipo 2 é aprovado pela Anvisa

Ex.Saúde, Presidente, Governo

Um novo medicamento contra a diabetes tipo 2 foi aprovado nesta segunda-feira pela Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária.
O remédio tem como base a tirzepatida, que controla o açúcar no sangue das pessoas que têm a doença. A diabetes é aquela doença conhecida pelas altas taxas constantes de açúcar no sangue, a chamada hiperglicemia.
Isso acontece por causa da falta de insulina, hormônio que mantém o metabolismo da glicose, do açúcar no sangue. Sem tratamento a pessoa pode ficar cega, ter problemas nos rins, como insuficiência renal, e ter membros amputados.
E quando o tratamento é feito, a medicação pode levar a um quadro oposto, a falta de açúcar no sangue, a chamada hipoglicemia.
A aposentada Rosa Luísa Riberio passou exatamente por isso quando começou a tratar a diabete tipo 2.
Mas um medicamento injetável, em forma de caneta, chamado Ozempic, melhorou a qualidade de vida dela.
Segundo a Anvisa, a tirzepatida reduz muito a quantidade de hemoglobina glicada, um indicador importante da diabetes.
Com isso, ajuda a diminuir o risco de doenças microvasculares, cegueira, insuficiência renal e amputação de membros.
O novo medicamento, com nome comercial Mounjaro, também é uma injeção em forma de caneta, semelhante ao Ozempic. E também ajuda na perda de peso, além de controlar o nível de açúcar no sangue. Só que melhor.
É o que explica o médico endocrinologista e coordenador do Centro de Pesquisas Clínicas do Brasil, João Lindolfo Cunha Borges.
Mas, o médico alerta que, mesmo que a nova droga seja aprovada para perda de peso, ela não é a solução de todos os problemas.
O novo medicamento ainda não está disponível nas farmácias porque vai passar por um estudo de preço, para depois ser colocado na linha de produção do fabricante.
Estima-se que quase 463 milhões de pessoas no mundo, de 20 a 79 anos, têm diabetes.
Desse total, o diabetes tipo 2 é responsável por quase 90% dos casos. No Brasil, são quase 17 milhões de adultos com a doença.
Edição: Jacson Segundo / Beatriz Albuquerque

O grupo participou de reuniões sobre a ajuda federal aos municípios atingidos pelas fortes chuvas do mês. Entre os temas, infraestrutura, educação, saúde, cultura, assistência social e agricultura familiar.
Nessa quarta-feira, em Brasília, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e assinou duas medidas provisórias que autorizam empréstimos de até R$ 1,4 bilhão, com recursos do BNDES.

Isso é quase 10% a mais que em todo o ano passado.
O Ministério da Saúde divulgou os novos dados, nesta quinta-feira, em um evento da campanha sobre o tema.

O menino morreu em junho de 2020 depois de cair do nono andar do prédio residencial de luxo em Recife, onde o casal morava.
A decisão, por danos morais, foi do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região. E determina que o pagamento seja dividido entre a mãe de Miguel, Mirtes Renata Santana, e a avó do menino, Marta Maria Santana.

O método usa células geneticamente modificadas, chamadas CAR-T, e teve os testes liberados nesta semana pela Anvisa.
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizou a Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto e o Instituto Butantan a fazerem o ensaio clínico aqui no país.

O Mapa da Desigualdade 2023 analisou 22 municípios da região metropolitana do Rio de Janeiro e revelou que, em 21 deles, brancos ganham mais que negros. As cidades com as maiores diferenças são Japeri, onde brancos ganham R$ 1 mil a mais, e Rio de Janeiro, com R$ 2 mil a mais.

Os dados são do Boletim Infogripe, divulgado nessa quinta-feira (28) pela Fundação Oswaldo Cruz, a Fiocruz, e são referentes a semana de 17 a 23 de setembro.
Conheça nossos aplicativos nas lojas online da iTunes e Google

source

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
SOBRE MIM
Amanda Costa
Natural do Ceará com 40+ apaixonada pelo Rio de Janeiro e carioca de coração. Defensora de causas sociais e políticas de grande relevância para o nosso Brasil.
#vamosquerer um futuro melhor.
siga amanda costa nas redes sociais
LUTA PELA DEMOCRACIA EM SP