Pular para o conteúdo

Amanda Costa

Preços do gás natural para as distribuidoras vão cair 7% em agosto

Ex.Saúde, Presidente, Governo

Os preços de venda do gás natural para as distribuidoras vão cair em média 7,1% a partir de 1º de agosto. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (19) pela Petrobras.
De acordo com a estatal, os contratos com as distribuidoras preveem atualizações trimestrais e vinculam essa variação às oscilações do petróleo bruto e da taxa de câmbio.
No trimestre, maio, junho e julho, o preço do petróleo caiu 3,8% e o câmbio variou 4,8%. Ainda segundo a Petrobras, com a atualização anunciada agora, o preço do gás natural vendido para as distribuidoras passará a acumular redução de cerca de 25% no ano.
Já para o consumidor, o preço final do gás natural depende de impostos federais e estaduais, além de margens de lucro das distribuidoras. A Petrobras explicou ainda que as tarifas ao consumidor são aprovadas pelas agências reguladoras estaduais. Por fim, ressaltou que o gás de cozinha envasado em botijões não está incluído na redução de preços que entram em vigor em 1º de agosto.
Edição: Jacson Segundo / Alessandra Esteves

O dado é do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta quinta-feira (20). O número é o menor desde 2011, quando começou a série histórica do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

A intenção é concentrar o atendimento às pessoas no complexo de saúde Prates, qualificando a assistência dada aos usuários de drogas.

As propostas apresentadas vieram a partir do convite a 40 associações do setor privado, que enviaram 120 propostas para o governo, das quais 17 foram selecionadas para receberem prioridade.

Além do português, as línguas oficiais do Amazonas passam a ser: Apurinã, Baniwa, Dessana, Kanamari, Marubo, Matis, Matses, Mawe, Mura, Nheengatu, Tariana, Tikuna, Tukano, Waiwai, Waimiri e Yanomami.

O Periferia Viva vai premiar 54 projetos protagonizados e implantados por coletivos que atuam nas comunidades periféricas brasileiras. As melhores iniciativas receberão o valor de R$ 50 mil.

A preferência no atendimento ficou assim: primeiro, pessoas com deficiência, autistas, idosos a partir dos 60 anos, gestantes, lactantes, pessoas com criança de colo, obesos, pessoas com mobilidade reduzida e, por último, os doadores de sangue.
Conheça nossos aplicativos nas lojas online da iTunes e Google

source

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
SOBRE MIM
Amanda Costa
Natural do Ceará com 40+ apaixonada pelo Rio de Janeiro e carioca de coração. Defensora de causas sociais e políticas de grande relevância para o nosso Brasil.
#vamosquerer um futuro melhor.
siga amanda costa nas redes sociais
LUTA PELA DEMOCRACIA EM SP