Pular para o conteúdo

Amanda Costa

TSE inicia julgamento de ações de inelegibilidade contra Bolsonaro

Ex.Saúde, Presidente, Governo

O Tribunal Superior Eleitoral iniciou nesta terça-feira (3) o julgamento de três ações que pedem a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro em virtude de sua conduta durante as comemorações de 7 de setembro de 2022. 
Movidas pelo Partido Democrático Trabalhista e pela então candidata à presidência Soraya Thronicke, as ações apontam o uso ilegal de bens e servidores da União para promover a campanha de Bolsonaro durante as comemorações do Bicentenário da Independência. 
Durante a sessão, o advogado do PDT, Walber de Moura Agra, alegou caráter sistêmico de Bolsonaro para desacreditar as instituições e promover evento de campanha junto a evento oficial. 
A advogada Marilda de Paula Silveira, que defende a senadora Soraya Thronicke, afirmou que as comemorações do 7 de setembro em Brasília e no Rio de Janeiro no ano passado tiveram o claro objetivo de impulsionar a campanha eleitoral do então candidato à reeleição. 
Já Tarcísio Vieira Neto, advogado do ex-presidente Jair Bolsonaro e de seu vice na chapa, Walter Braga Netto, questionou o indeferimento do pedido de oitiva de três testemunhas e voltou a afirmar que os atos após as cerimônias oficiais se deram fora do exercício do cargo. 
Para o vice-procurador-geral Eleitoral, Paulo Gonet, houve estratégia de fusão dos eventos oficiais de desfiles militares com atos de campanha. Com isso, a posição do Ministério Público Eleitoral é pela procedência das demandas contra Bolsonaro, isentando o vice.  
O relator, ministro Benedito Gonçalves, fará a leitura de seu voto na próxima sessão, marcada para o dia 26 de outubro.  
Edição: Roberto Piza / Pedro Lacerda

Naquela época a proporção de pessoas com 65 anos ou mais, entre a população geral, era de 4%, e no ano passado chegou a 10,9%. Por outro lado, houve diminuição da população de até 14 anos. De 32 para 20% do total de habitantes.

Segundo nota distribuída pelo Comando Militar do Sudeste, os procedimentos disciplinares foram concluídos nessa quarta-feira. As informações pessoais dos militares não foram reveladas. 

A Embaixada Brasileira de Sófia publicou uma nota sobre o assunto em que afirma que comunicou a autoridades búlgaras a falta de um dos veículos oficiais, retirado das dependências da embaixada sem autorização. A informação foi noticiada na imprensa turca e búlgara. 

Brasileiros na Faixa de Gaza receberam dinheiro do Brasil, mas têm dificuldade em encontrar produtos na região. Hasan Rabee está na cidade de Khan Yunis, esperando uma chance para voltar a São Paulo. Ele diz que recebeu o dinheiro, mas não consegue encontrar água ou farinha.

O presidente Lula conversou nesta quinta-feira (26), por videoconferência, com uma família a ser retirada do sul de Gaza e com familiares de pessoas que desapareceram ou foram capturadas pelo Hamas.

Membros da Corte estiveram esta semana em missão oficial a Terra Indígena Yanomami, em Roraima, para checar as ações implementadas pelo governo federal para proteger a vida, a saúde e o território dos indígenas.
Conheça nossos aplicativos nas lojas online da iTunes e Google

source

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
SOBRE MIM
Amanda Costa
Natural do Ceará com 40+ apaixonada pelo Rio de Janeiro e carioca de coração. Defensora de causas sociais e políticas de grande relevância para o nosso Brasil.
#vamosquerer um futuro melhor.
siga amanda costa nas redes sociais
LUTA PELA DEMOCRACIA EM SP