Pular para o conteúdo

Amanda Costa

MEC apura divulgação indevida de resultados provisórios do Sisu

Ex.Saúde, Presidente, Governo

Após denúncias de estudantes sobre erros na divulgação do Sisu, o Ministério da Educação informou, nesta sexta-feira, 2, que a ocorrência está sendo rigorosamente apurada.
De acordo com o MEC, houve uma divulgação indevida de resultados provisórios, ainda não homologados, durante 25 minutos da manhã de terça-feira, dia 30 de janeiro.
O ministério afirmou que o sistema é seguro e os resultados oficiais não são modificados.
As matrículas no Sisu começaram nesta sexta-feira e seguem até sete de fevereiro.
Inicialmente, os resultados seriam publicados na terça-feira. Mas por problemas técnicos no sistema, o MEC suspendeu a divulgação, que aconteceu na quarta, dia seguinte.
No entanto, muitos candidatos que acessaram a página do Sisu, antes dela ser tirada do ar, disseram que após voltar ao normal, tiveram mudanças nos resultados, como queda na classificação e perda de vaga.
A União Nacional dos Estudantes (UNE) anunciou que lança nesta sexta-feira uma plataforma com relatos dos candidatos para serem encaminhados ao MEC.
Segundo a União Nacional dos Estudantes, a página servirá para os estudantes que se sentiram prejudicados com a divulgação de resultados diferentes.
Edição: Jacson Segundo / L Pedrosa

Inicialmente, a orientação era de que os jovens entre 10 e 14 anos integrariam o público-alvo. Agora serão vacinadas apenas as crianças de 10 e 11 anos. Serão duas doses, com intervalo de 90 dias entre elas.

Coordenado pela Fiocruz Bahia, o estudo acompanhou, por 10 anos, 301 meninos e 971 meninas, que receberam a vacina nona valente HPV em mais de 40 Centros de Pesquisa de 13 países dos 4 continentes.

A Seleção Brasileira, que está disputando o pré-olímpico na Venezuela, precisa a qualquer custo da vitória para manter viva a esperança de ser uma das duas equipes que vai a Olimpíada de Paris.

Mais de um milhão de palestinos deslocados estão nas redondezas, muitos vivendo em tendas. Na Argentina, o Partido Liberdade Avança, do presidente Javier Milei, apresentou um projeto de lei para voltar a criminalizar o aborto. Veja essas e outras notícias internacionais no Giro pelo Mundo.

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) acionou as redes sociais para saber como elas têm atuado na moderação de conteúdo para o público infantojuvenil. Os esclarecimentos foram solicitados às empresas Tiktok, X, o antigo Twitter, Kwai e Meta.

Com invernos mais quentes, a exposição ao mosquito da dengue deve perder o caráter sazonal, deixando assim de ser típica do verão.
Conheça nossos aplicativos nas lojas online da iTunes e Google

source

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
SOBRE MIM
Amanda Costa
Natural do Ceará com 40+ apaixonada pelo Rio de Janeiro e carioca de coração. Defensora de causas sociais e políticas de grande relevância para o nosso Brasil.
#vamosquerer um futuro melhor.
siga amanda costa nas redes sociais
LUTA PELA DEMOCRACIA EM SP