Pular para o conteúdo

Amanda Costa

Governo quer fortalecer a produção nacional de insumos de saúde

Ex.Saúde, Presidente, Governo

Para fortalecer a produção nacional de insumos de saúde, o governo federal recriou, nesta segunda-feira (3), o Geceis, Grupo Executivo do Complexo Econômico-Industrial da Saúde.
Com a participação de 20 instituições de Estado, entre ministérios, fundações e agências, além de representantes da sociedade civil, a política de fortalecimento da indústria da saúde quer reduzir a fragilidade do país em tecnologias, como observado no auge da pandemia de covid-19.
A política pública, que havia sido desfeita às vésperas da emergência global em saúde, tem na própria pandemia um marcador social, conforme destacou a ministra da Saúde, Nísia Trindade, durante evento que reuniu representantes do grupo executivo.
A expectativa é que, em até dez anos, 70% das necessidades do SUS em medicamentos, vacinas e insumos médicos passem a ser produzidas no país. Nísia Trindade destacou a importância de alavancar esse desenvolvimento.  
O Grupo Executivo do Complexo Econômico-Industrial da Saúde vai trabalhar em iniciativas como estímulo à pesquisa e realização de parcerias para o desenvolvimento produtivo e inovação.
Um detalhamento das ações deve ser anunciado em até 30 dias. O decreto que recria o colegiado foi assinado nesta segunda-feira (3) pelo presidente Lula. 
Edição: Raquel Mariano / Alessandra Esteves

Uma ação denuncia supostos abusos que estariam sendo praticados pela gestão do prefeito Ricardo Nunes contra a população sem-teto da capital paulista, como a falta de cuidado na remoção dos pertences. 

O IBGE estima que, em 2019, existiam quase seis mil localidades quilombolas no Brasil, divididas em 1.672 municípios brasileiros. Desse total, apenas 404 são territórios oficialmente reconhecidos.

Em 2022, mais de 15 mil chocolates foram distribuídos em comunidades cariocas na ação da ONG Voz das Comunidades. Este ano, a meta são 20 mil chocolates.

Tribunal de Contas da União (TCU) alertou para o alto risco de desabastecimento do insumo na rede pública de saúde; ministério diz que está fazendo compras emergenciais deste tipo de insulina para recompor estoque.

Comunidades dentro de parques eólicos esteve em reuniões com o governo para falar sobre consequências como alteração na vegetação, destruição da flora, morte de animais, zumbido no ouvido, depressão e medo.

Do total de presos, 16 estavam escondidos dentro do Centro Integrado de Educação Pública (Ciep), uma unidade escolar na comunidade; equipes do Bope negociaram a rendição dos suspeitos.
Conheça nossos aplicativos nas lojas online da iTunes e Google

source

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
SOBRE MIM
Amanda Costa
Natural do Ceará com 40+ apaixonada pelo Rio de Janeiro e carioca de coração. Defensora de causas sociais e políticas de grande relevância para o nosso Brasil.
#vamosquerer um futuro melhor.
siga amanda costa nas redes sociais
LUTA PELA DEMOCRACIA EM SP