Pular para o conteúdo

Amanda Costa

Nova etapa do Desenrola Brasil oferece R$ 126 bilhões em descontos

Ex.Saúde, Presidente, Governo

Os brasileiros com nome negativado agora contam com uma plataforma do Desenrola Brasil para limpar o nome.   
O site do programa foi lançado nesta segunda-feira (3) em São Paulo.  
Essa é a terceira etapa do programa, que vai oferecer R$ 126 bilhões em descontos.   
Mais de 32 milhões de pessoas poderão renegociar dívidas, com desconto médio de 83%.  
Nesta fase, pode participar quem recebe até dois salários mínimos, ou seja, R$ 2.640, ou que estejam inscritas no CadÚnico.   
Podem ser renegociadas dívidas de até R$ 5 mil, bancárias e de consumo, como de cartões de crédito, educação, varejo, além de telefonia, luz e água.  
O pagamento será à vista ou em parcelas de até 60 meses, a partir de R$ 50, com juros de até 1,99% ao mês.   
Já as dívidas entre R$ 5 mil e R$ 20 mil poderão ser pagas, na plataforma, à vista, com o desconto oferecido pelo credor.  
O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, explicou que o Desenrola faz parte do esforço para proteger a economia brasileira.  
As negociações podem ser feitas no site desenrola.gov.br. Mas o interessado tem que fazer o cadastro no GOV.BR em contas prata ou ouro.  
De acordo com o ministro da economia Fernando Haddad, a maior preocupação é que todos consigam fazer o cadastro e acessar a plataforma, principalmente os mais vulneráveis.  
Ainda sobre economia e as consequências do conflito entre Israel e Hamas, como a alta do Petróleo, Fernando Haddad disse que é preciso aguardar.   
Em relatório divulgado nesta segunda-feira, a OPEP, Organização dos Países Exportadores de Petróleo, elevou a previsão de demanda mundial de petróleo.  
Segundo o relatório, serão necessários 14 trilhões de dólares em investimentos até 2045.  
Edição: Nádia Faggiani/ Renata Batista

O presidente Lula conversou, nesta quinta-feira (12), com presidente de Israel, Isaac Herzog. Lula agradeceu, nas redes sociais, o apoio israelense para operação de retirada de brasileiros que desejam voltar ao país.

A maior parte dos brasileiros está em uma escola católica. O governo já solicitou à Israel que não bombardeie a escola e permita um corredor humanitário de fuga, mas ainda não há previsão para que seja autorizada a saída de estrangeiros de Gaza pelo Egito e por Israel.

A região está sem energia elétrica e com acesso bloqueado. O governo israelense não dá indícios de que pretende interromper o cerco a região até que os reféns sejam libertados.

Mais de 35 mil fiéis assistiram à Missa Solene no Santuário de Aparecida em São Paulo nesta quinta-feira (12). Do vaticano, o Papa Francisco enviou uma mensagem por vídeo celebrando a festa católica no Brasil. Pediu para a padroeira abençoar o povo brasileiro

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, está no encontro anual do FMI, no Marrocos.  Ele defendeu a posição do Brasil de reformar o Fundo Monetário Internacional para enfrentar a pobreza e a fome, além de combater as mudanças climáticas.

A Defensoria Pública do Rio de Janeiro recomendou aos municípios do estado que efetivem o pagamento de “auxílio-aluguel” às mulheres vítimas de violência doméstica, de acordo com o que prevê a mais recente alteração da lei Maria da Penha.   
Conheça nossos aplicativos nas lojas online da iTunes e Google

source

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
SOBRE MIM
Amanda Costa
Natural do Ceará com 40+ apaixonada pelo Rio de Janeiro e carioca de coração. Defensora de causas sociais e políticas de grande relevância para o nosso Brasil.
#vamosquerer um futuro melhor.
siga amanda costa nas redes sociais
LUTA PELA DEMOCRACIA EM SP